Monday, March 21, 2016

Aquiete-se.
Já não foi o bastante sujar a benção da minha paz. Queres mais?
Corte a corda que me amarra aos teus pés.
Não me culpe por mais um defeito seu. Sua índole manchada, sua lealdade rasgada. Sua fé se perdeu.
Não é problema meu.
Obsoleto e escuro. Intenções egoístas. Infantil.
Não me chore palavras sem verdade.
Não peça que trate com dignidade esse teu sentimento vil.


Sunday, December 06, 2015

e eu suspiro
respiro
e tento conter
mas o coração teima.
samba. disrítmico... atropelo 
tropeço.
caio em mim.
e eu suspiro.
esqueço.
emudeço. 
e respiro.
tento conter...
não consigo.
então suspiro.
tropeço.
me esqueço.
me transbordo.
caio em mim.
caio em ti.
atropelo. 
atípico...


inventa uma história pra mim.
me conta como vai ser...
do inicio ao meio. sem fim.
que é pra eu não te perder...
inventa uma história de amor.
relata todo detalhe...
me faça sorrir, por favor.
não deixe que nada atrapalhe...
inventa uma história a dois.
com uma música só para gente...
me dê um abraço depois.
uma história qualquer. me invente!

Sunday, January 27, 2013

tempo e espaço


o tempo vai passar.
isso é inevitável...
não se pode agarrá-lo e prendê-lo debaixo da cama ou no pé de uma mesa.
o tempo vai passar.
e talvez arraste com ele todos aqueles momentos que te arrancaram sorrisos. ou lágrimas. 
talvez ele intensifique as saudades.
talvez ele te faça perceber que aquela pessoa que passou não era assim tão importante e crucial.
o tempo vai passar.
vai te fazer crescer.
te fazer virar aquela pessoa que você talvez sempre quis "ser quando crescer"...
e quando chegar nesse estágio da vida e se der conta de que o tempo passou
talvez você perceba que a pessoa que você se tornou quando cresceu não tem traços daquela pessoa que sonhava. 
que enxergava a beleza e a magia das histórias. das nuvens... da imaginação.
o tempo vai passar.
vai passar pra todo mundo.
e enquanto ele passa... 
não perca a magia da vida. 
não perca o encanto. 
não perca as esperanças e a essência da sua alma...
não envelheça apenas... 
melhore!

Wednesday, January 09, 2013

28

é como se eu passasse a minha vida inteira criando mundos avulsos.
saindo de um pro outro como se resolvesse minhas angústias...
e a única certeza que eu tive
lendo o resumo da história,
foi que eu passei a vida traçando planos de fuga.
todos bem sucedidos.
até agora.
quando eu me dei conta de que levei a vida inteira pra cair na minha própria armadilha.
a de não encarar o mundo real.

Sunday, November 25, 2012

cores

seu desalento se apegou no desapego,
o chão saía aos poucos dos pés.
era assim que se sentia?
era assim que parecia pra mim.
perdia um pouco da esperança no querer,
ficava cético no gostar de alguém.
pra quê? era isso que ouvia?
era o que parecia perguntar pra mim.
uma situação em preto e branco coloria,
e parecia gostar mais...
resolvia?
era isso que eu não sabia.
mas traduzia a minha paz.

Tuesday, November 20, 2012

madrugada

veja só,
repare bem nessa solidão.
repare bem na vaga sensação 
de vazio.
não tenha dó,
pode seguir qualquer caminho.
pode buscar qualquer carinho
imediato.
olhe bem,
ainda estou no escuro.
ainda sim procuro,
um pedaço de ninguém.



Sunday, November 04, 2012

domingo

... mas é que eu sinto uma saudade,
benzinho,
de ficar aqui pertinho.
de sentir o tempo assim...
mas é porque não moro perto.
se eu pudesse,
esteja certo,
te trazia aqui pra mim!